Ano XIX-01 a 31 de julho de 2016 nº. 201
ELEIÇÕES 2016: 
Partidos já podem escolher os candidatos a prefeito e vereador

Os candidatos que pretendem disputar as eleições de outubro devem ficar atentos as datas que estão no calendário estabelecido pela Justiça Eleitoral. Nestas eleições, serão aplicadas as mudanças estabelecidas pela Reforma Eleitoral (Lei 13.165/2015), aprovada no ano passado pelo Congresso.Com a nova norma, houve mudanças nos prazos, como aumento do período para apresentação dos registros de candidaturas, diminuição na duração da propaganda no rádio e na televisão e a proibição de doações de empresas privadas para as campanhas políticas. A partir de agora, os partidos deverão se manter por meio de doações de pessoas físicas e de recursos do Fundo Partidário. Do dia 20 de julho até 5 de agosto, os partidos estão autorizados a promoverem as convenções para escolherem os candidatos que vão disputar os cargos de prefeito, vice-prefeito e a vereador. O primeiro turno da eleição municipal será no dia 2 de outubro. O mesmo dia, candidatos, partidos e coligações poderão pedir direito de resposta a órgãos de imprensa por contestarem afirmações e imagens que considerem caluniosas.A partir do dia 6 de agosto, emissoras de rádio e de televisão, por serem concessões públicas, estão proibidas de veicular opinião favorável ou contrária a candidatos e partidos políticos. As tvs também não podem dar tratamento privilegiado a candidatos de forma dissimulada em novelas ou filmes. O prazo para registro de candidatura nos tribunais regionais eleitorais termina no dia 15 de agosto, às 19h. No dia seguinte, a propaganda passa a ser permitida na internet e nas ruas. De acordo com a lei eleitoral, os candidatos podem participar de carreatas, distribuir panfletos e usar carros de som de 8h às 22h. Também estão permitidos comícios das 8h às 24h. A propaganda eleitoral no rádio e na televisão está prevista para começar no dia 26 de agosto. A reforma aprovada no ano passado reduziu de 90 para 45 dias o período de campanha.
Polícia Militar prende dois homens por Porte e Tráfico de Substância Entorpecente (maconha)

Por volta da 21h15min, do dia 12/07/2016, a guarnição composta pelos policiais militares: SGT PM SILVA SIQUEIRA, SD PM JASON, SD PM M. FERNANDES e SD PM ALDENIR, embarcada na viatura policial 25-1618, fazia um patrulhamento de rotina, na altura da Orla Central da cidade de CarauariAM. Ao avistar dois jovens em uma bicicleta, logo percebeu que um deles era velho conhecido da PM, por praticar pequenos furtos, ao aproximar, o Comandante da Guarnição SGT PM SILVA SIQUEIRA determinou que os jovens descessem da bicicleta e então passou a proceder uma revista pessoal nos suspeitos, com os quais foi encontrado e apreendido 08 trouxinhas de Substância Entorpecente (Maconha). Os autores foram identificados como sendo DAMIÃO DE LIMA FEITOSA, 20 anos de idade e um adolescente de 15 anos de idade. Assim foi dado voz de Prisão em Flagrante Delito ao maior, já o menor foi aprendido em Flagrante Delito por Ato Infracional. Portanto, após a leitura de seus direitos constitucionais os mesmos foram conduzidos ao 65 DIP, e apresentados a Autoridade Policial para as providências cabiveis. Mais informações com o SGT PM RIZOMAR OLIVEIRA através do fone (97) 99158-2308
Polícia desarticula quadrilha especializada em furtos

Na noite do dia 18 de julho, a equipe de Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar apreende quadrilha que furtou aproximadamente 5 estabelecimentos, entre comércio, residenciais e escola. A equipe de inteligência da Policia Civil, chegou até os envolvidos por meio de Investigações e denúncias de populares. Foram autuados pela prática do Crime de furto os nacionais : Railon da Cruz Pereira"19, Warlen Benevides " 19"vulgo ( Bezerro ), Roalen de Freitas de Souza"20", Valcir Resende de Mota"19". Com os elementos ainda foram apreendidos : 3 botijas, confecções, semi-joias, câmera fotográfica, cornetas, fones. As buscas por objetos furtados segue em andamento nas investigações. O Delegado Titular Dr. Roger informou que os mesmos serão indiciados e será solicitado à prisão preventiva dos envolvidos até que se conclua a investigação.
Adolescente comercializa entorpecente dentro da escola em Carauari

Por volta das 16h, do dia 13 de julho, a guarnição composta pelo Sgt Pm Altemar Pereira, Sd F. Medeiros, Sd Amoiz e Sd Aldenir, recebeu a denúncia pelo Agente de Portaria, que no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti), um adolescente estava comercializando entorpecente dentro da escola. O agente de Portaria ao perceber a atitude do menor William, 16 anos, resolveu abordar, após a abordagem imediatamente ligou para a polícia militar, que encontrou com o mesmo, 03 (três) trouxinhas de substância entorpecente. Ao ser interrogado pelo comandante da guarnição Sgt Altemar, o menor confessou que vendia drogas para o nacional conhecido por João da Nerita, que já tinha alugado um quarto numa pousada, para o menor armazenar drogas e receber clientes. A guarnição, juntamente com o menor, deslocaram-se à suposta pousada, e foram ainda encontrado 87,7 gramas de material entorpecente (pasta base), mediante os fatos, o menor confessou que a droga era do João da Nerita, e que já teria pego drogas outras vezes com o mesmo para vender. O menor junto com o material, foram encaminhados ao 65 DIP e apresentado ao Delegado, onde já estava em posse de Mandato de Busca e Apreensão, bem como Prisão Preventiva, em desfavor de João de Deus de Souza, vulgo João da Nerita. Desta forma, polícia civil e militar realizaram busca na residência do suposto traficante, onde foram localizados diversos objetos sem procedência, possivelmente materiais de furtos, entre os objetos, tinha maquita, furadeira, relógios, celular, comprovante de depósito, e etc. Após cumprimento da prisão preventiva, foi realizada uma "acareação" pelo delegado de polícia Dr. Roger e o menor afirmou, que o material era do João. Diante do exposto a equipe da PM apresentou os envolvidos e materiais à autoridade policial, para posteriores procedimentos.
Mais de 14 mil trabalhadores ainda não sacaram PIS/Pasep no Amazonas

No Amazonas, 14.389 trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep referente ao ano-base 2014. O volume total de R$ 12.662,320 aguarda os beneficiários no Amazonas, que o 16º estado do país com maior número de trabalhadores que sacaram o benefício. O prazo para retirar o PIS/Pasep foi prorrogado pelo Ministério do Trabalho até final de agosto. O Ministério do Trabalho divulgou que dos 311.406 trabalhadores identificados para receber o benefício no Amazonas 297.017 sacaram o PIS/Pasep, ou seja, 95,38%. Os mais de 14 mil trabalhadores terão uma nova chance de para receber o benefício. Isso porque o Ministério do Trabalho prorrogou o prazo, que agora inicia no dia 28 de julho e segue até 31 de agosto. O abono corresponde ao valor de um salário mínimo (R$ 880). O recurso que não foi sacado seria devolvido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Após o prazo, o recurso que não foi sacado será devolvido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Têm direito a receber o abono salarial quem está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, tenha trabalhado pelo menos 30 dias em 2014 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e tenha seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).Para sacar os benefícios, os trabalhadores devem procurar uma agência bancária da Caixa ou do Banco do Brasil entre 28 de julho e 31 de agosto.O trabalhador que possuir Cartão Cidadão e senha cadastrada pode sacar o PIS nos terminais de autoatendimento da Caixa ou em uma Casa Lotérica. Se não tiver o Cartão Cidadão, pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de documento de identificação. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 0800-726 02 07 da Caixa.Quem recebe o Pasep precisa verificar se houve depósito na conta. Caso isso não tenha ocorrido, deve procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Os beneficiários podem solicitar mais informações no Banco do Brasil pelo telefone 0800-729 00 01. A Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.
Em Manaus, Carauariense leva tiro na nuca ao tentar impedir assalto em 
ônibus da linha 678 

 O carpinteiro Waldenir Justino da Silva, 32, morreu após ser baleado com um tiro na nuca ao tentar intervir em um assalto dentro da linha de ônibus 678 que trafegava no sentido bairro na Avenida Coronel Teixeira, em frente a um estabelecimento comercial, na noite desta segunda-feira 18 de julho. A vítima foi encaminhada ao Hospital João Lúcio, na zona leste de Manaus, onde deu entrada às 20h20. O carpinteiro morreu às 22h. A assessoria de imprensa do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado Amazonas (Sinetram) informou que estava acontecendo um assalto no ônibus, com três assaltantes, o motorista já havia sido rendido quando a vítima foi tentar segurar um dos suspeitos do crime.

R$ 600 milhões do Plano Safra serão direcionados para a agricultura familiar 

O Banco da Amazônia está disponibilizando R$ 600 milhões do Plano Safra para projeto da agricultura familiar na Região Norte. O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário lançou mais Plano Safra da Agricultura Familiar 20016/2017 para todo o país que prevê investimentos na ordem de R$ 30 bilhões no período que vai de 1º de julho de 2016 a 30 de junho de 2017. Estratégica para a produção de alimentos e segurança alimentar dos brasileiros que residem no campo e na cidade, a agricultura familiar, segundo o Banco da Amazônia, foi fundamental para retirar o Brasil do mapa da fome, fato reconhecido desde 2014 pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). A cada ano, os recursos disponíveis no Plano Safra têm possibilitado ao agricultor familiar da Amazônia e de todo o país condições para dar robustez a seus negócios, especialmente na infraestrutura das propriedades, na ampliação, diversificação, comercialização e no aumento da produção de alimentos. “Os investimentos possibilitam, ainda, a dinamização da economia local, gerando emprego e renda e estimulando a fixação do homem no campo”, diz Cristina Lopes.Nas últimas cinco safras (2011/2012 a 2015/2016), o Banco da Amazônia afirma que aplicou R$ 3,32 bilhões na região, em 167.951 mil contratos. Somente no Plano Safra 2015/2016, foram carreados R$ 548,6 milhões em recursos até o mês de junho passado, em 18.973 mil contratos. Do total dessa safra, R$ 18,8 milhões foram investidos no Amazonas.

Editorial- Eleições 2016: renovar, mudar ou melhorar? 

Por Hilário Viana, Cientista Político e Editor-Chefe 


Desde o início do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff muito tem se falado em mudança e renovação no país, especialmente em relação a escolha dos políticos. Mas mudar não é sinônimo de melhorar, nem renovar quer dizer que o iniciante é competente. Concordam? Todo cuidado é pouco. Este ano haverá eleições municipais. Em todo o país jovens políticos com intenções no mínimo duvidosas estão se aproveitando do momento crítico que atravessa a nação para tentar emplacar um pseudo discurso de mudança e renovação. Alguém já viu isso por aqui? Não há uma fórmula para escolher o político mais preparado para nos representar, isto já sabemos. Mas nada melhor que o tempo para atestar a credibilidade de homens públicos. Alguns bons exemplos estão aí para serem seguidos por quem sonha alçar voo na vida pública. Para sairmos da crise é preciso melhorar o que já temos, valorizar o que já foi conquistado. Começar do zero não parece sensato. Administrar uma cidade não é para amadores. Por isso, o povo deve pensar bem e decidir se quer melhorar o que já conquistou ou se quer mudar tudo e começar do zero novamente. As eleições municipais de 2016 sofrem de outros efeitos decorrentes da nova legislação. A campanha deste ano será curtíssima, de apenas 45 dias, durante os quais serão reduzidos (comparativamente a anos anteriores) os horários gratuitos de rádio e televisão e com severas limitações quanto às formas tradicionais de propaganda. Ou seja, a campanha propriamente dita não começou e poucos são os nomes cuja candidatura é dada como certa. A ausência do tal “clima de eleição” nas ruas – antigamente, diríamos que “faltam apenas dois meses”, mas a sensação atual é de que “ainda faltam dois meses” – certamente contribui para a indiferença e tem um outro efeito colateral: campanhas mais curtas tendem a favorecer os atuais ocupantes de cargos e aqueles políticos já conhecidos da população; novatos terão menos tempo para se fazer conhecer pelo eleitor, que pode se achar mais uma vez condenado a optar pelos “mesmos”.É uma pena que tal situação contamine a próxima eleição municipal porque o poder local é aquele que está mais próximo das pessoas. É verdade que nosso pacto federativo invertido esvazia a influência dos municípios, tirando deles muitas competências (e os recursos para tanto) que seriam melhor executadas por quem está mais perto do cidadão. Mas, mesmo assim, ainda há muitas funções essenciais, especialmente para os mais pobres, que estão a cargo das prefeituras: pensemos, por exemplo, na educação infantil e dos primeiros anos do ensino fundamental, e no atendimento básico à saúde. Municípios também têm margem de manobra, por exemplo, para incentivar o empreendedorismo e a inovação, essenciais nessa época de emprego curto.São muitos os motivos para que haja interesse pelas eleições municipais. Só nos resta esperar que, à medida que outubro se aproxime, a população deixe de lado a indiferença e se engaje na discussão sobre o futuro da cidade.